Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 05 DE Novembro 2008

JÁ está confirmado. O esperado combate pela paz entre Nelson Benjamim e Paulo Jorge passou de projecto para a realidade. E vai ter lugar no dia 9, portanto domingo, e não segunda-feira, Dia da Cidade de Maputo, como estava inicialmente programado.

O FERROVIÁRIO de Maputo sagrou-se sábado, no pavilhão anexo do Estrela Vermelha, campeão de boxe da cidade de Maputo(S. Costa)
O local? Ainda está por definir, porque o pavilhão anexo do Estrela Vermelha, onde se pensava realizar o encontro, chegou-se à conclusão de que não reúne as mínimas condições de segurança para o espectáculo tão almejado como este. E, mais! É que o boxe é uma modalidade que cá do lado das bancadas cria fricções, mesmo quando lá no ringue o assunto ainda é a nível de amizade.


Ontem, foi o dia da confirmação da peleja, por sinal, a mais agraciada a nível de premiação. O vencedor vai receber 50 mil meticais, enquanto o vencido terá 20 mil. Dinheiro que nunca foi posto na mesa de jogos, pelo menos nesta modalidade no país.

Numa conferência de Imprensa bastante concorrida, os dois pugilistas apareceram cada um acompanhado do seu treinador e a dado momento trocaram mimos, o que leva a crer que será um verdadeiro combate de boxe daqueles que não assistimos nos últimos tempos nos nossos ringues.

Nelson Benjamim disse, na ocasião, que “estou pronto para bater esse homem. Ele sabe que é procurado. Se ele diz que tem uma ambulância para mim, eu tenho um caixão já encomendado para ele”.

Calmo e sereno, respondendo a uma das perguntas sobre o que via em Paulo Jorge para tecer tais declarações, Nelson Benjamim afirmou: “Ele é um fraco. Eu nasci campeão e vou morrer campeão. Não tenho medo de ninguém. Há cerca de quatro meses no Brasil subi ao ringue e já tinha uma promessa de um contrato para jogar o boxe profissional. Por isso, quem pensa que estou destreinado está enganado”.

Paulo Jorge, por seu turno, disse que “estou muito leve. Quero virar Nelson Benjamim um saco móvel. Estou pronto para o combate. Se ele quiser que ponha as luvas agora mesmo que lhe vou esmagar para nunca mais se meter comigo”.

Paulo Jorge recordou-se de um episódio em que teve que desistir a um combate com Nelson Benjamim presenciado pela sua esposa.

“Tenho muito rancor deste homem. A minha esposa já não me respeita lá em casa porque uma vez desisti de um combate com ele. Por isso sempre que a minha mulher fala só me lembro dele e para manter ordem lá em casa tenho que dar um chuto de porrada para nunca mais voltar a desafiar-me. Ele vai mesmo parar no hospital. Peço à organização para que coloque a ambulância com o motor a funcionar para o transportar urgentemente para o hospital, porque se demorarem ainda chegará já morto”.

Shafi Sidat, da Sidat Sport, patrocinar da prova, deixou claro que quer ver um combate dentro das normas desportivas, por isso decidiu apoiar os dois pugilistas. “O boxe quando bem jogado é bonito. Sinto-me feliz quando vejo algumas pessoas a tentarem revitalizar este desporto, por isso vamos valorizar o boxe”.

A propósito das razões que o levaram a patrocinar o evento, este disse que “queremos festejar o Dia da Cidade de Maputo e a campanha eleitoral da melhora maneira. Achei igualmente que estes dois homens que decidiram se encontrar deviam ser valorizados e coloquei à disposição estes valores, que por sinal, são os mais altos da história do boxe moçambicano em termos de premiação”.

Há quem inclusivamente questionou se Shafi Sidat não tinha intenções de se candidatar à presidência da Federação Moçambicana de Boxe, cujas eleições terão lugar ainda este mês na província de Manica, este respondeu: “Se tiver que me candidatar tenho que pedir conselhos à minha família e ao meu partido. Apesar de já ter sido convidado para concorrer não acho oportuno. Mas se houver um candidato sério posso apoiá-lo. Eu sou um homem do futebol. Se tiver que me meter no boxe só se for para levar estes dois homens para baterem os que estão a mais no futebol”.

O patrocinador voltou a chamar a atenção para que o combate seja ordeiro e dentro daquilo que são as normas que regem a modalidade.

Este combate, que será precedido por tantos outros incluindo dois de femininos, como semi-profissional, vai ter seis assaltos de três minutos cada, sem capacetes e camisetes.

publicado por Vaxko Zakarias às 15:28
 O que é? |  O que é? | favorito
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
14
15
16
19
22
23
24
29
30
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO