Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Quarta-feira, 01 DE Julho 2009

IMPETUOSAMENTE campeã de Inverno, a Liga Muçulmana traça objectivos mais ambiciosos para a dura etapa que se segue: atacar sem quaisquer temores nem desfalecimentos o título nacional. Para o efeito, nada melhor do que reforçar o sector respeonsável pela marcação de golos: o ataque.

Os “muçulmanos” contrataram o ponta-de-lança Masters Massitara
Indo outra vez ao mercado do vizinho Zimbabwe, os “muçulmanos” contrataram o ponta-de-lança Masters Massitara, que chegou à capital do país na noite de segunda-feira e, ontem, efectuou testes médios e a sua inscrição deu entrada na Associação de Futebol da Cidade de Maputo.

Sugerido pelo seu compatriota Sadomba, que o rotulou de “substituo à altura”, Massitara jogava no Botswana, pelo Niko United FC. Apesar de o seu time se encontrar à beira da despromoção, a verdade manda dizer que o seu estatuto de goleador é inquestionável, senão vejamos: no campeonato tswana, já marcou 26 golos em outros tantos desafios, perfazendo uma média de um tento por jogo. Ele é responsável por cerca de metade dos golos conseguidos pela sua equipa, num total de 43.

Uma vez que a Liga Muçulmana cumpriu com todos os requisitos necessários para a sua inscrição, incluindo a carta internacional, tendo o respectivo expediente sido remetido à AFCM ontem, último dia para o período reservado às inscrições a meio da temporada, é muito provável que o ponta-de-lança zimbabweano faça a sua estreia já este domingo, no campo do Desportivo de Tete, diante da HCB de Songo, em partida referente à 14ª jornada do Moçambola-2009.

Em paralelo com a chegada de Massitara e saída de Sadomba, vendido aos sudaneses do El Hilal, numa altura em que se encontrava na liderança da lista dos melhores marcadores do campeonato, com oito golos, a Liga Muçulmana “despachou” para o estrangeiro outros jogadores seus. Trata-se do guarda-redes Binó, que vai para o Wits University, da África do Sul, e do destemido central Fanuel, a rumar para o Japão.

Binó, que depois de ter rendido o então desnorteado Marcelino no Quénia, no desafio dos “Mambas” do passado dia 20 de Junho, no pretérito sábado, no Estádio da Machava, frente ao Matchedje, esteve no banco, uma vez que o técnico Neca optou por Lamá. Mesmo assim, o facto não desanimou os dirigentes do Wits University, que estiveram entre nós, encabeçados pelo respectivo treinador, Roger de Sá, o ex-guarda-redes natural de Maputo.

Depois de Miro, Binó será o segundo futebolista moçambicano, nos últimos tempos, a actuar na turma da mais famosa instituição de ensino superior da África do Sul.

Quanto a Fanuel, cujo destino é o Japão, segue com o malawiano Chiukwepo, que foi contratado para a Liga Muçulmana, mas vendido antes sequer de envergar a camisola dos actuais líderes do Moçambola.

Para colmatar a vaga deixada em aberto pela saída de Fanuel, os “muçulmanos” mandaram vir o seu jovem central Aguiar, que se encontrava em Portugal.

publicado por Vaxko Zakarias às 16:06
 O que é? |  O que é? | favorito
Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
18
19
25
26
27
29
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO