Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Segunda-feira, 03 DE Novembro 2008

UM empate a uma bola ou mais seria o resultado que quanto a nós seria o mais justo nesta partida entre o Ferroviário da Beira e o Desporto de Maputo, realizada ontem no “caldeirão” dos beirenses, tendo no final dos 90 minutos os locais logrado vencer por 1-0.

Sonho pode tornar-se realidade - esperança do esquerdino Muandro nas AFROTAÇAS
Foi um jogo de duas partes distintas, sendo a primeira em que os dois conjuntos equivaleram-se em todos os aspectos e na última em que os visitantes, porque já estavam em desvantagem a partir do minuto 27, puxaram todos os cordões mas nada conseguiram alterar no “placard”, embora tenham tido muitas jogadas de golo que não foram concretizadas.

Foi um jogo bastante emotivo, sobretudo na etapa inicial, tendo os dois contendores apresentado um futebol digno desse nome e a merecerem louvores por parte do público presente, pois tanto técnica como tacticamente Akil Marcelino e Chiquinho Conde montaram um dispositivo para o efeito.

O Ferroviário entrou a jogar com 4-4-2 enquanto os “álvi-negros” aplicaram o 3-5-2, o que permitia as duas equipas balancearem-se ao ataque, pois enquanto os “locomotivas” faziam-no resguardado na defensiva, o Desportivo tinha o poderio ofensivo mais dilatado mas a não conseguir transpor a cortina montada onde Ninito era o “patrão”.

Aos 27 minutos aconteceu o único golo da partida. Numa jogada de contra-ataque, os beirenses beneficiaram de um livre em forma de canto do lado direito do seu ataque e Abílio fê-lo com precisão para a cabeça do “capitão” Ninito que não teve contemplações e fixou o 1-0, resultado com que terminou o período inicial.

As duas equipas voltaram para a segunda parte com alterações, tendo Casimiro entrado para o lugar de Mupoga, enquanto pela banda dos visitantes Mayunda ocupou o lugar de Isac.

Era, como dissemos, o resguardar da defensiva por parte de Akil e tentativa de avolumar o ataque por parte de Conde, o que efectivamente acabou acontecendo mas sem no entanto os maputenses lograrem os seus intentos embora aos 76 minutos Santos tivesse marcado mas o juiz considerou irregularidade deste, depois de um belo cruzamento de Mexer a castigar um lance livre.

O juiz não teve problemas de grande monta apesar de um e outro erro perceptível.

FICHA TÉCNICA

Árbitro: Zinangas Xavier, auxiliado por Eduardo Gatoma e Bento Chengeranau. Hélder Napido foi o quarto.

Ferroviário: Chico, Ninito, Burra, Nené, Mupoga (Casimiro), Abílio, (Óscar), Carlos, Nando (Degato), Tony, Mendes e Cândido.

Desportivo: Jaime, Emídio, Zainadine Jr, Micas (Imo), Sonito, Tchitcho (Santos), Binó, Muandro, Josué, Mexer e Isac (Mayunda).

ANTÓNIO JANEIRO

publicado por Vaxko Zakarias às 16:10
 O que é? |  O que é? | favorito
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
14
15
16
19
22
23
24
29
30
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO