Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 20 DE Outubro 2009


É VERDADE que a turma de Nazir Salé, que no sábado havia se lançado para uma margem confortável perante Madagáscar, para depois sofrer a bom sofrer na ponta final, acabando por ganhar pela marca de 73-66, até não esteve muito abaixo do seu rendimento normal frente às nigerianas, conseguindo, inclusive, recuperar de uma diferença de mais de 10 pontos, no entanto, foi penalizada nos ressaltos e na ineficácia das postes, postas fora da acção

Noite de grande decisão pra selecção moçambicana de basquetebol(FRED RAZAFINTSALAMA)
Acabou sendo Filomena Micato, com cinco triplos concretizados, a procurar o rumo certo, a par de Anabela Cossa, que anotou 14 pontos.

A defender-se primorosamente, com uma pressão sobre todas as jogadoras, facto que até irritou as nigerianas, a selecção nacional logrou anular as unidades de maior preponderância do adversário, porém, o ataque continuava problemático. Ana Flávia Azinheira procurava contrapor nas tabelas, só que sentiu a falta da acção relevante de Leia Dongue, desta feita aquém do que vinha efectuando, e de Odélia Mafanela, neste embate com poucas faltas, mas também sem marcar.

A base Charity Egenti e as suas companheiras Funmilayo Ojelabi e Adeola Olanrewaju, apesar da forma aguerrida de Moçambique, sobretudo na defesa, e ainda do facto de, a espaços, ter passado à dianteira no marcador, encarregaram-se de desequilibrar os pratos da balança, através de concretizações que abalaram o deslumbramento da nossa equipa. Adeola foi particularmente determinante, pois foi a rainha dos ressaltos e com múltiplas rotações, debaixo da tabela contrária, que terminavam em dois pontos.

Nos momentos capitais, isto é, em que se pedia mais dinamismo às jogadoras, as moçambicanas praticamente viravam a cara à luta, situação que permitiu à Nigéria se desenvencilhar da pressão e caminhar seguramente para os 10 pontos de diferença, no final da contenda.

FICHA DO JOGO

Árbitros: T. Mzali, Didier Shema e R. Haja

NIGÉRIA (67) – Nwamaka Abideli (0), Charity Egenti (18), Erdoo Vera Angwe (0), Tamunomiete Whyte (2), Funmilayo Ojelabi (21), Magdalene Ukato (0), Vivian Ewalefo (0), Udoka Sunday (0), Odun Rashidat Sadiq (9), Mactabene Amachree (0), Priscilla Udeaja (2) e Adeola Olanrewaju (15)

Treinador: Bacare Ayodele

MOÇAMBIQUE (57) – Valerdina Manhonga (0), Filomena Micato (15), Ana Flávia Azinheira (11), Anabela Cossa (14), Ana Branquinho (0), Cátia Halar (0), Leia Dongue (2), Aleia Rachide (2), Amélia Macamo (9), Marta Ganje (0), Odélia Mafanela (4) e Ondina Nhampossa (0)

Treinador: Nazir Salé

Marcha do marcador: 13-5, 25-21, 44-42, 67-57.

ALEXANDRE ZANDAMELA, em Antananarivo

publicado por Vaxko Zakarias às 14:27
 O que é? |  O que é? | favorito
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
17
18
24
25
27
28
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO