Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Terça-feira, 09 DE Dezembro 2008

O GOVERNO, através do Fundo de Promoção Desportiva (FPD), órgão subordinado ao Ministério da Juventude e Desportos (MJD), rubricou ontem um memorando de entendimento com os clubes Ferroviário de Maputo, campeão nacional de futebol, e Atlético Muçulmano, vencedor da Taça de Moçambique, que visa a comparticipação daquele aos dois representantes do país nas Afrotaças de 2009, nomeadamente na Liga dos Campeões Africanos e Taça das Taças de África (Taça Nelson Mandela)


Os ;locomotivas da capital do país e o Atlético Muçulmano da província de Maputo defrontam, na primeira eliminatória, a realizar-se em Fevereiro, as formações do Kampala City do Uganda e Malanti Chiefs da Suazilândia, respectivamente. A primeira mão está, para as ambas equipas, agendada para o dia 1 de Fevereiro.

Porém, o Atlético Muçulmano submeteu um pedido à Confederação Africana de Futebol (CAF) para que esta instituição que vela pelo futebol continental inverta a ordem de jogos, de modo que o vencedor da Taça de Moçambique jogue fora na primeira mão para não permitir que as duas formações joguem no mesmo dia em casa. A CAF ainda não respondeu ao pedido, que foi feito logo após ao sorteio das Afrotaças realizado recentemente.

O memorando entendimento, que teve como signatários o presidente do FPD, Altenor Pereira, e o presidente dos locomotivas de Maputo, Osório Lucas, mais o vice-presidente para a alta competição no Atlético Muçulmano, Omair Gafur (Lili), comporta cinco itens, nomeadamente o pagamento de despesas de alojamento e alimentação das equipas adversárias, de arbitragem e do comissário da CAF (Confederação Africana de Futebol.

Cobertura das despesas de transporte, alojamento e alimentação do quarto árbitro, bem como o pagamento de policiamento. Este memorando cinge-se apenas à fase preliminar, que é a de eliminatórias de acesso para a fase de grupos.

No caso de as equipas transitarem para a fase de grupos, a comparticipação do Governo será objecto de um novo acordo entre as partes. Esta cláusula aparece como alternativa, atendendo que desde que foi decretado a comparticipação do Governo aos representantes dos clubes moçambicanos nas Afrotaças, em 2006, nenhuma equipa já logrou transitar para a fase de grupos. 

Intervindo no acto, o vice-ministro da Juventude e Desportos, Carlos Sousa, disse que o Governo espera, com o apoio disponível, que as equipas trabalhem melhor de modo a obter um ritmo competitivo que contribua para que transitem para a fase de grupos.

Ao assinarmos os contratos de comparticipação este mês, pensamos que isso seria bom para as equipas, porque vão trabalhar sabendo que as condições estão criadas.Que honrem as camisolas frisou.
publicado por Vaxko Zakarias às 13:30
 O que é? |  O que é? | favorito
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Joga se hoje em Lichinga ataça de Moçambiqui as fo...
Eu acho que já é o momento para a Federação Moçamb...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
MANOSTAXXMapa Europeu dos Salarios por Paíshttps:/...
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
blogs SAPO