Este blog tem como objectivo difundir a documentação de carácter desportivo
Sexta-feira, 26 DE Agosto 2016

 

São ao todo 24 os jogadores pré-seleccionados, que, a partir de Segunda-feira, iniciam os trabalhos de preparação para o jogo diante das Maurícias, a contar para a Sexta e última jornada de qualificação ao CAN 2017, que terá lugar no Gabão.

 

Dos convocados por Abel Xavier, destaque para as ausências de Zainadine Júnior, que actua na China, e Simão Mate, a jogar na Espanha.

 

Quanto aos seleccionados, o destaque vai para o regresso de Faisal Bangal, do Atalanta de Itália, e a integração de Boné Uaferro, do Fortuna da Alemanha. São nomes que marcam alguma diferença nos habituais convocados de Abel Xavier, desde que assumiu o comando dos Mambas. Ademais, outra novidade desta convocatória são as chamadas de Salomão e Raúl, do Ferroviário de Nampula; Kambala e Cremildo, da União Desportiva do Songo; Nélson, do Costa do Sol; e Witi, do Nacional da Madeira, numa altura em que a imprensa portuguesa noticia que está lesionado.

 

Para este jogo, Abel Xavier assume mesmo que quer vencer a partida para garantir o segundo lugar e fechar com chave de ouro a campanha.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:28
 O que é? |  O que é? | favorito

 

AUGUSTO Matine, um dos melhores futebolistas nacionais, será homenageado esta tarde, a partir das 16.00 horas, numa das unidades hoteleiras da capital do país.

 

A homenagem a Matine, que nas décadas 60 e 70 jogou ao mais alto nível no Campeonato Português, será feita pela Federação Moçambicana de Futebol (FMF), que em reconhecimento à sua valiosa contribuição no desenvolvimento da modalidade a nível nacional decidiu congratulá-lo com um momento memorável.

 

A cerimónia será agraciada pela presença das mais destacadas figuras do desporto moçambicano, e marca o início de um programa da FMF, que tem como objectivo enaltecer o papel dos futebolistas que deram a sua vida pela modalidade, engrandecendo e elevando a Bandeira Nacional dentro e fora do país.

 

Augusto Matine fez grande parte da sua carreira de futebolista em Portugal, tendo jogado no Setúbal, Estrela da Amadora, Benfica, Portimonense e Desportivo das Aves e ainda a selecção portuguesa, entre os anos 1969 e 1981, tendo começado a dar os primeiros passos no Central, um clube que militava na 2.ª Divisão. Devido às suas exímias qualidades foi chamado a representar a selecção de Lourenço Marques e depois de Moçambique num jogo amigável em Luanda, diante de Angola.

 

Recorde-se que a homenagem a Augusto Matine coincide com a passagem de um ano de mandato do actual elenco directivo da FMF, presidido por Alberto Simango Jr.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:02
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A UNIVERSIDADE Pedagógica (UP) da capital do país sagrou-se ontem campeã nacional de atletismo no escalão de juniores masculinos, ao somar 39 pontos na tabela geral das provas que decorrem no Parque dos Continuadores.

 

O Matchedje, também da capital do país, ficou na segunda posição (31), sendo que o pódio ficou completo com o Núcleo do Bagamoyo, que somou 21 pontos.

 

Em femininos a proeza foi para o Núcleo do Bagamoyo, que ocupou o primeiro posto com 46 pontos. Seguiram-se o Ferroviário de Maputo, com 39, e UP de Gaza, com 21.As provas de juniores decorrer de quarta-feira até ontem.

 

GAZA REINA EM JUVENIS

 

 

Em juvenis a hegemonia coube às províncias de Gaza e de Sofala, em masculinos e femininos, respectivamente. Em masculinos a façanha foi conseguida pela Universidade Pedagógica (UP) de Gaza, que somou um total de 69 pontos.

 

O segundo posto coube à província de Maputo, com 56 pontos. A UP da capital do país completou o pódio com 45.

 

Em femininos o vencedor foi o Ferroviário da Beira, com 67 pontos, suplantando o Núcleo do Bagamoyo, que somou igual número de pontos, mas pecando por ter menos medalhas de ouro que os “locomotivas”. A selecção de Gaza ficou na terceira posição com 66 pontos.

 

As provas deste escalão tiveram lugar na terça-feira, por sinal o primeiro dia do evento.Hoje, a partir das 13.00 horas, entram em acção os seniores.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:55
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A SELECÇÃO Nacional feminina Sub-18 de basquetebol participa a partir de hoje no Campeonato Africano da modalidade, a decorrer no Cairo, Egipto.

 

A equipa nacional participa na competição com a forte ambição de conquistar o título, depois de no último “Africano”, também realizado na terra dos “faraós”, ter ficado em terceiro lugar, estatuto que lhe valeu conquistar a medalha de bronze. Sublinhe-se que os dois primeiros classificados qualificam-se para o Mundial de Sub-19 a disputar-se em Torino, Itália, no próximo ano.

 

Do ponto de vista motivacional, pode se dizer que as comandadas de Leonel Manhique estão em alta, visto que conquistaram recentemente o Torneio Internacional da Universidade Witts, durante um estágio efectuado em Joanesburgo durante duas semanas.

 

No “Africano” a turma moçambicana terá como principais adversários, o Egipto, selecção anfitriã, Angola e Mali.

 

Participam ao todo no evento 10 países, a saber: Moçambique, Angola, Zimbabwe, Argélia, Egipto, Mali, Uganda, Madagáscar, Tunísia e Costa do Marfim.O sorteio para a definição do calendário se realiza esta manhã.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:49
 O que é? |  O que é? | favorito

 

 

ferro hoquei.jpg

 

O FERROVIÁRIO estreou-se na 15.ª edição do Torneio Internacional de Hóquei em Patins “Zé Dú” a perder diante do 1.º de Agosto por 6-1, em jogo da primeira jornada do Grupo “B” disputado no Pavilhão da Cidadela, em Luanda.

 

O golo dos “locomotivas” foi apontado por Mercê Mungói, no início da segunda parte, numa altura em que perdia por 3-0. A equipa “militar”, candidata a vencer o torneio, a par da Académica de Luanda, voltou a estar na mó de cima e aumentou a vantagem para 6-1, resultado final.

 

A turma moçambicana volta a jogar esta tarde com o Misto de Namibe para a segunda e última jornada.

 

No Grupo “A” a Académica de Luanda cilindrou, na estreia, o Misto de Benguela por 8-1. Ao intervalo estava 5-0.

 

O referido torneio enquadra-se no 74.º aniversário do Presidente da República de Angola, José Eduardo dos Santos, que se assinala dia 28 deste mês.

 

CLASSIFICAÇÃO (1.ª JORNADA)

 

GRUPO “A”: Académica de Luanda, 3 pontos; África do Sul, 0 e Misto de Benguela, 0.

 

GRUPO “B”: 1º de Agosto, 3 pontos; Ferroviário, 0, Misto do Namibe, 0.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:42
 O que é? |  O que é? | favorito

 

O CHINGALE saiu da zona de despromoção, ao vencer quarta-feira o Ferroviário da Beira por 1-0 e beneficiar do empate do 1.º de Maio frente ao Desportivo de Maputo, em jogos da 22.ª jornada. A turma de Tete passou da 14.ª para a 12.ª posição em troca com o 1.º de Maio.

 

O único golo dos tetenses foi marcado por Samuel aos 48 minutos, portanto logo no início da segunda parte. A vantagem da turma da casa justificava-se de algum modo, visto que na primeira parte tinha criado oportunidades para marcar, tendo claudicado na finalização, com o avançado Nuro a ser o mais perdulário.

 

O Ferroviário correu atrás do prejuízo, mas foi incapaz de empatar a partida. Aliás, foi o Chingale no momento final a ficar perto do 2-0. Samuel viu o golo ser tirado por Cufa a escassos centímetros da linha.

 

Nota para a lesão grave de Thomas, que teve mesmo de ser transportado para o hospital, após ter ficado seis minutos estatelado no recinto de jogo.

 

A arbitragem de Felisberto José esteve bem e não influenciou no resultado.

 

FICHA TÉCNICA

 

CHINGALE:Dauda; Jonas, Antoninho, Henry e Nuno; Mário, Gabito, Marlon e Mohomed; Joseph e Samuel.

FER. BEIRA: Soarito; Hagy, Amorim, Cufa e Edson; Thomas, Fabrice, Dayo e Maninho; Babo e Nelito.

DISCIPLINA: Amarelo para Cantanzi e Mário, ambos do Chingale

 

BERNARDO CARLOS

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:21
 O que é? |  O que é? | favorito

 

OS jogos do Moçambola passarão a ser transmitidos na ZAP, através do canal STV Notícias, à luz de um acordo assinado ontem entre a Liga Moçambicana de Futebol (LMF) e aquela empresa de telecomunicações (distribuição de sinal televisivo via satélite).

 

O acordo em alusão terá a duração de uma época e meia e terá efeitos a partir da 24.ª jornada, dia 10 de Setembro próximo, sendo que serão transmitidos dois a três jogos por ronda, segundo anunciou o director da ZAP-Moçambique, Marcus Araújo. Sublinhe-se que o primeiro jogo a ser transmitido será o Ferroviário de Maputo-União Desportiva do Songo.

 

Apesar de os direitos de transmissão serem cedidos à STV Notícias, o dirigente da ZAP assegurou que a Televisão de Moçambique passará a transmitir um jogo por jornada, à semelhança do que acontece em Portugal, onde o canal público RTP transmite um desafio por semana e o grosso dos encontros são difundidos pela SporTV, canal desportivo que tem os direitos de transmissão.

 

De acordo com Marcus Araújo, uma equipa da África do Sul irá assegurar, numa primeira fase, durante sete a oito semanas, a transmissão dos jogos, até que os membros da televisão indicada para transmitir os jogos estejam capacitados para o fazer.

 

Na sua intervenção, o presidente da LMF, Ananias Couana, disse que este acordo resulta de longos encontros entre a entidade que gere o Moçambola e a ZAP e que vem num bom momento, visto que o futebol nacional passará a ter maior visibilidade.

 

O Moçambola passará a ser visto dentro e fora do país e a nossa esperança é que traga maior visibilidade à prova rainha do futebol nacional”, afirmou.

 

Marcus Araújo comungou da mesma ideia quanto à visibilidade. “Com este projecto oMoçambola terá outra dimensão em termos de visibilidade, pois as transmissões serão feitas para o exterior do país e com uma maior abrangência. Esperamos que este casamento perdure para sempre”, disse, ajuntando que a aposta foi boa, pois é de opinião que o futebol moçambicano tem qualidade.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:18
 O que é? |  O que é? | favorito

 

A VIGÉSIMA terceira ronda do Moçambola será marcada pelo embate entre os Ferroviários da Beira e de Maputo no Chiveve, domingo, a partir das 15.00 horas, naquela que se espera batalha louca pelo segundo lugar, com o comando na mira.

 

O embate ganha ainda mais destaque, se se tiver em conta que ambos contundentes partilham o segundo lugar com 39 pontos, com menos seis que a líder União Desportiva do Songo. Quer para a turma do Chiveve, quer para a da capital do país, a margem de erro é mínima. Aliás, uma derrota para qualquer das equipas pode significar o adeus à corrida pelo título, sobretudo se os “hidroelétricos” vencerem.

 

Portanto, no Chiveve apenas os três pontos interessarão aos contendores, numa altura em que oMoçambola caminha a passos largos para o fim. Não menos importante é a recepção ao Chingale pela UD Songo, naquele que é o “derby” de Tete. Para os “hidroeléctricos”, a palavra de ordem é vencer, mas os “canarinhos” devem estar bem precavidos, tendo em conta a sua posição incómoda na tabela classificativa.

 

O Costa do Sol recebe o Ferroviário de Nampula, uma das quatro equipas que ainda pode chegar ao título. Avaliando com base no que tem vindo a ser a campanha das duas formações, a equipa comandada por Arnaldo Salvado é favorita aos três pontos, não obstante um relativo crescimento dos “canarinhos” nas últimas rondas.

 

O Maxaquene defronta o Estrela Vermelha, numa fase de menor fulgor para ambos os conjuntos. A meio de semana os “tricolores” conseguiram um empate milagroso frente ao Ferroviário de Nampula e os “alaranjados” perderam na recepção ao Ferroviário de Nacala.

 

A Liga Desportiva de Maputo recebe a aguerrida equipa do Desportivo de Nacala. O Desportivo do Niassa bate-se com Chibuto em Lichinga, num embate entre duas equipas do mesmo “campeonato”.

 

O 1.º de Maio de Quelimane mede forças com o ENH FC de Vilankulo. O aflito Desportivo de Maputo desloca-se a Nacala, onde vai se bater com o Ferroviário local. Pressão altíssima para os “alvi-negros”, que estão cada vez mais perto de descer de divisão, ocupando nesta momento o último lugar.

 

Todos os jogos têm lugar domingo a partir das 15.00 horas.

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 09:55
 O que é? |  O que é? | favorito
Quinta-feira, 25 DE Agosto 2016

A UNIÃO Desportiva do Songo ficou ainda mais isolada na liderança do Moçambola-2016, depois de vencer, ontem, fora de casa, o Desportivo de Nacala, por 1-0, e beneficiar-se da derrota, pelo mesmo resultado, do Ferroviário da Beira no campo do Chingale, em jogos da 22.ª jornada.

 

A turma do Songo passou a contar com 45 pontos, contra 39 dos “locomotivas” da Beira. Com seis pontos de vantagem sobre o segundo classificado e com oito jornadas para o término da mais importante competição futebolística nacional, a turma comandada por Artur Semedo fica em posição mais folgada para fazer história, ou seja, conseguir pela primeira vez conquistar o título.

 

O Ferroviário da Beira, por sua vez, perdeu terreno e foi alcançado no segundo lugar pelo homónimo de Nampula, que recebeu e empatou com o Maxaquene sem abertura de contagem. Os beirenses e nampulenses somam 39 pontos e logo a seguir vem o Ferroviário de Maputo, que, a jogar no seu reduto, o Estádio da Machava, não foi além de um empate diante do Costa do Sol no “clássico” da ronda. Os “locomotivas” da capital, actuais detentores do título, somam 38 pontos, enquanto os “canarinhos” ocupam o 11.º lugar, com 25 pontos.

 

Diga-se em abono da verdade que em caso de vitória, o Ferroviário de Nampula passaria ao segundo lugar, visto que teria somado 41 pontos. Sublinhe-se ainda que aos 92 minutos Gildo perdeu a oportunidade de dar os três pontos ao Ferroviário da Nampula, ao desperdiçar uma grande penalidade.

 

A Liga Desportiva de Maputo, a fazer um campeonato muito abaixo das expectativas, voltou a perder, desta vez frente ao Clube do Chibuto, por 2-1. A Liga passou do quinto para o sexto posto, em troca com os “guerreiros” do Chibuto.

 

No fundo da classificação, o Chingale foi quem colheu melhores frutos, visto que ao vencer o Ferroviário da Beira, conforme já foi referido, saiu da zona de despromoção, passando do 14.º para o 12.º. 

 

A turma do 1.º de Maio de Quelimane, que empatou com o Desportivo de Maputo, a um golo, caiu para a zona de despromoção.

 

Em situação tranquila, a ENH de Vilankulo obteve a vitória mais robusta da ronda, goleando o Desportivo do Niassa por 4-1.

 

O Ferroviário de Nacala, também a fazer um campeonato sossegado, veio a Maputo vencer o Estrela Vermelha por 2-1, passando da décima para a nona posição. Já os “alaranjados” ocupam o 13.º lugar e ficarm a um degrau da zona de despromoção.

 

Eis os jogos da próxima jornada (23.ª): Ferroviário Nacala-Desportivo Maputo, 1.º Maio Quelimane-ENH, Desportivo do Niassa-Chibuto, Liga Desportiva-Desportivo de Nacala, União Desportiva-Chingale, Ferroviário da Beira-Ferroviário de Maputo, Costa do Sol-Ferroviário de Nampula e Maxaquene-Estrela Vermelha.

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 11:11
 O que é? |  O que é? | favorito

 

NO clássico da 22.ª jornada, o Ferroviário de Maputo e o Costa do Sol não foram para além de um nulo, numa partida bem disputada na qual o grande ausente foram os golos, pois confeririam mais justiça ao empate.

 

Jogando em casa, o Ferroviário entrou forte, amarrando o seu adversário aos cordões à procura daquele golo madrugador que sempre catapulta a equipa. Mastyle, Diogo, Gito ou Luís eram as unidades mais activas, numa altura em que os “canarinhos” experimentavam muitas dificuldades para assentarem o seu jogo. Um centro de Mastyle na esquerda apanha o capitão Luís nas costas da defesa da turma de Matchiki-Tchiki, mas o esférico ficou nas mãos do atento guardião Tchando. Os “locomotivas” tentavam de todas as formas marcar, mas não conseguiam desbravar a defesa do Costa do Sol, que na sua frente tinha uma dupla de trincos (Paíto e Chimango), que conseguia estancar a avalanche ofensiva dos comandados de Caló.

 

A partir do minuto 15 o Costa do Sol começou a encontrar-se, e Paíto quase abria o activo num remate cruzado à entrada da área, descaído à esquerda, mas Leonel respondeu com uma defesa espectacular para canto. Os “canarinhos” passaram a jogar mais, a partir daí, no meio-campo verde-e-branco, mas o Ferroviário quase marcava contra a corrente do jogo, o que não acontece em virtude da chegada tardia de Mastyle, para responder a um cruzamento intenso de Gito, que passou da boca da baliza “canarinha” com Tchando já batido. Mesmo com o susto, o Costa do Sol não tirou o pé do acelerador, com Parkim a fazer das tripas o coração, furando a muralha defensiva “locomotiva”, mas já na área rematou muito por cima.

 

Foi-se ao intervalo com um desafio equilibrado e com o empate justo, a pecar por falta de golos.


A segunda metade inicia-se com os “canarinhos” quase a abrirem o activo, mas Lalá deslumbrou-se na área, não chegando a tempo de emendar um passe de Nelson. O Ferroviário não se fez de rogado, respondeu com um cruzamento de Gito, que culminou com remate de Mastyle ao lado. A estas alturas o jogo continuava equilibrado, com os “contendores” a encararem-se abertamente.

 

Numa jogada individual, Manucho rasgou a defesa “locomotiva” do lado esquerdo e, já na área, rematou rasteiro para uma defesa apertada de Leonel para fora.

 

Já sobre o minuto 90, Manucho quase sentenciava a contenda num lance que culmina com um cabeceamento seu, ainda fora da área, que saiu caprichosamente por cima da baliza do Ferroviário. O golo nunca mais apareceu, o empate encaixa-se, mas peca por não ser com golos, pois oportunidades para ambos não faltaram.

 

Paulo Jones fez, de uma forma geral, um trabalho aceitável.

 

FICHA TÉCNICA

 

ÁRBITRO: Paulo Jones, auxiliado por Júlio Muianga e Lúcio Namarrói. O quarto foi Justino Zandamela.


FER. MAPUTO: Leonel; Jeitoso, Elísio, Mabucho, Edmilson, Mastyle (Paulo), Carlitos, Diogo, Chiza, Gito (Muandro) e Luís (Dudú).

 

C. SOL: Tchando; Pai, Aguiar, Manuelito, Dito, Chimango, Paito, Nelson (Artur) Craig (Manucho), Parkim e Lalá (Avelino).

 

DISCIPLINA: Amarelos para Diogo e Edmilson (Fer. Maputo) e para Avelino (C. Sol).

 

SÉRGIO MACUÁCUA

 

 

Fonte:Jornal Noticias

publicado por Vaxko Zakarias às 10:58
 O que é? |  O que é? | favorito
Agosto 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
14
20
21
27
28
29
30
31
subscrever feeds
tags

todas as tags

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Para auxiliar no treino nada melhor do que receita...
Entao e em 2016 nao havera????
Gostaria de salientar que a tentativa de mínimo nã...
Boa tarde so keria dar um tok au meu chara.inacio ...
Boa tarde so keria dar um tok au meu chara.inacio ...
ferroviario mais forca a taca ta volta no estadio ...
força f.beira a taça tm d voltar a chiveve
Boa noiteSou brasileiro e em 2017 estou indo morar...
Força ai seleccina mas e exclui alguns ai
Não kuero decepção sou grande adepto dos mambas pe...
blogs SAPO